segunda-feira, 6 de julho de 2009

FILMES INEXISTENCIAIS


Cinema é muito importante na minha vida. Lembro do primeiro cinema, meio “Cinema Paradiso”, em Sena Madureira. Os filmes de Tarzan, bangue-bangue. Era década de 70 e eu, menino ainda, adorava aqueles filmes. Na nossa cidade não tinha televisão, nem sinal.O tempo passou e comecei a procurar “A colina do amor eterno”, o filme inesquecível da minha mãe. Duvidei muito tempo da existência dele, até achar alguém no orkut que tinha visto esse filme em Sena. Me lembro das estréias de ET e Gandi. Eu tinha 10 anos e chorava muito nas sessões. Morria de vergonha da minha sensibilidade. Hoje choro com prazer, quando o filme me provoca isso. Mas o primeiro filme decente, lançamento, foi um dos Trapalhões. Virou febre, todas as férias, ir ver os filmes da trupe no cine São Luiz. Fiquei arrasado porque tinha 12 anos em Indiana Jones e só podia entrar com 14. Muitos filmes depois, um dia estava lá eu, estudando cinema. Foram tempos maravilhosos, os amigos, os professores. Os muitos filmes. O filme da minha vida ainda é “E o vento levou”. Mas todos da Bette Davis e Almodovar são indispensáveis. Esses dias, um filme, Hanna Montana, me incomodou. É a coisa mais americana do mundo aquela Miley Cyrus. Mas eu não vi esse filme. Alguém me convidou e esqueceu de pegar os ingressos. Tentei pagar e convidei para o cinema, mesmo sendo o último filme do mundo que queria ver e veria pela companhia. Não aceitou meu convite. Não aceitaria que eu pagasse.Virou uma metáfora a Hanna Montana. Um filme inexistencial. Existe essa palavra? Vai marcar minhas férias. Inexistencialidade.

3 comentários:

Anônimo disse...

Pode parecer meio infantil, mas o meu filme preferido desde a infância é " A Noviça Rebelde ", adoro, não perco quando passa na tv.
É um filme simples, com musica, drama, superação das adversidades .. adoro...

Jefferson.

cida disse...

oi, o filme a Colina do amor etrno tem um outro nome, seria (maria- de jorge isaacs 1972).

Luci disse...

Oi, o filme pode ser visto completo no you tube, em espanhol, com ótima qualidade de image. Foi filmada uma nova versão com o nome de "Maria", com estréia este ano. Não se sabe se passará por aqui. O produtor é o mocinho da 1ª versão Fernando Allende.