segunda-feira, 7 de abril de 2008


Há muito tempo não tinha um fim de semana agradável. Na sexta, passei horas procurando um memory disk para uma amiga. Uma chuva caía e me estressava. Lembro de ter subido o metrô na escada rolante e uma brisa fria acariciou meu rosto e me lembrei imediatamente do mar. Como o mar faz falta. E alguem atendeu meus pedidos e me levou ao mar. Tudo bem que o mar de Maresias não é a mesma coisa. Não é mesmo. Praia estreita e quase ninguem na areia. O tempo não estava bom. Mas como o lugar era reduto de surfistas, eles estavam em todos os lugares. Só posso dizer que fui surpreendido. Boa surpresa. Um fim de semana de carinho e afeto. Nossa, e vivemos carentes disso, e quando recebemos, somos desarmados. É claro que devemos retribuir e tentei retribuir o mínimo. Tentei buscar o Ricardo perdido há algum tempo. Na saída, muitos abraços e um gato negro sobre o carro. Lindo. Egípcio. Voltamos debaixo de chuva. Muito bom voltar ao lado de alguém agradável e inteligente. E muitas outras qualidades. Fico lembrando e sorrindo. Amanhã é outro dia. Mas que passe logo a semana. Aleluia.

4 comentários:

Galmaran disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
LePetit disse...

Como é bom acordar o adormecido que existe dentro de nós. Nos torna maiores e confiantes para caminhar nossa estrada.
A cada dia acredito mais e mais que tudo isso é possível.

Kalar disse...

See Please Here

FaBinho Vieira disse...

Nada como boa companhias... à beira do mar, então!
Já vi este filme?!

P.S.: Confirmado. Chego em Sampa no dia 5 de maio.