segunda-feira, 16 de junho de 2008

Silêncio de domingo


Dia de jogo do Brasil pra mim é um saco. Eu não vou perder meu tempo assitindo um jogo. Aliás, perco muito pouco tempo vendo disputas. Prefiro assistir um filme que me fará refletir ou ouvir uma boa música. Ontem, o silêncio provocado pelo jogo Brasil X Paraguai foi sepulcral. A derrota brasileira foi uma delícia. O Paraguai mereceu. E Viva o Paraguai! As ruas ficaram silenciosas e o consumo de bebidas foi mínimo. Não ouvi fogos chatos. Pude usufruir um fim de semana sem igual. Sábado estava com saudade do mar. Então fui levado a passear no Guarujá. Atravessamos de balsa e chegamos a Santos. Voltar 16 anos depois à praia do Ilha Pochat. Lembro que ficava num quebra-mar entre Santos e São Vicente, sonhando com os transatlânticos que passavam. Períodos difíceis e de fome. Fiquei tomando suco de cupuaçu e rindo do passado. Na volta a selva de pedra, parei na casa da Dani e Vinícius, e tomei alguns copos de água.O mundo dá muitas voltas. Foi um túnel do tempo, cheio de recordações. E o melhor, no fim de domingo, o silêncio. Apenas o silêncio. E a chuva. E o frio.

2 comentários:

Cleyton disse...

Sempre te leio pelo e-mail... agora vi q tem blog. Me favorita aê. Beijos!

Livia Luzete disse...

hummm,eu tb curto o silêncio, amo a chuva e adoro o frio
!